Equipe de humanização do Hospital Regional de Ponta Porã promove terapias alternativas

0
3

Uma ação mobilizou a equipe multidisciplinar da UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital Regional Dr. José Simone Netto. O paciente F.C, que está há 60 dias internado, foi levado até o pátio da recepção social do Hospital Regional para ver o sol, e seu semblante era a tradução do bem estar. Ele foi acompanhado pela equipe de enfermeiros, técnicos de enfermagem, fisioterapeuta e médico, que deram todo o suporte necessário.

F.C chegou ao Hospital Regional no dia 22 de maio, após sofrer um acidente de trânsito e precisou ficar hospitalizado na UTI para receber cuidados intensivos. Desde então, ele não tinha saído do leito.

O fisioterapeuta da UTI, Fábio José da Costa, explicou que essa iniciativa de humanização traz benefícios à saúde e bem estar ao paciente internado na unidade.

“Esse projeto de retirarmos o paciente de dentro de um ambiente de terapia intensiva, tem sido uma prática comum em hospitais de referência, com base nessas outras experiências que deram certo, implantamos o protocolo aqui no HR e assim, iniciamos esse trabalho aqui. Quando levamos o paciente para um ambiente externo, isso proporciona sensação de bem estar e conforto, repercutindo na melhora emocional e potencializando uma melhora orgânica na recuperação”, disse.

Para que essa terapia fosse possível, a equipe da Unidade de Terapia Intensiva do HR contou com o apoio de um grupo multiprofissional de médicos, enfermeiros, técnicos e fisioterapeuta. O paciente foi acompanhado o tempo todo durante a saída. A equipe deu todo o suporte que uma UTI oferece desde monitorização hemodinâmica, ventilador mecânico, maleta de emergência contendo as principais medicações que o paciente necessita e oxigênio suplementar para o suporte avançado de vida.

A Comissão de Humanização do Hospital Dr. José de Simone Netto está sempre trabalhando para proporcionar experiências positivas aos pacientes internados.

O coordenador técnico da UTI, Cassio Humberto Rocha, ressaltou que a saída foi realizada com extrema segurança. “Tudo foi planejado com muita antecedência para que não colocássemos em risco a vida do paciente, que é o que priorizamos. Para que essa ação de humanização fosse possível, trabalhamos em conjunto com a equipe multiprofissional, foi feito um protocolo clínico e técnico, que passou por avaliação de todos os profissionais, para que levássemos ele a uma visita aberta com o banho de sol junto. Nosso intuito é poder fazer mais saídas externas com os pacientes”.

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA