NI-117-672x372

Rotai prende traficante e localiza sequestrador com arma

 

 Policiais Militares da Rotai (Rondas Táticas do Interior) prenderam um traficante de drogas e localizaram um foragido de Aparecida do Taboado, autor de roubo e sequestro, com arma em punho escondido em uma residência.
A guarnição da Rotai estava em rondas pelo bairro Vila Alegre, quando foi avistado um indivíduo em atitude suspeita que ao ver a viatura tentou evadir-se dispensando algo, que depois foi constatado ser uma cédula de Registro Geral em nome de outra. Após abordagem e busca pessoal, foi localizado em seu bolso uma porção de sustância análoga à maconha pesando aproximadamente 4,5 gramas e 4 papelotes de crack pesando aproximadamente 4,5 gramas, além de R$55,00 (cinquenta e cinco reais) em notas de 20, 10, e 5.
Neste momento este confessou a venda dos referidos entorpecentes e quando questionado sobre a cédula de identidade, em nome de Daniel da Silva Fagundes Queiroz, informou que este estava escondido em sua residência e tinha chegado naquele dia logo pela manhã.
Sendo assim, a guarnição deslocou até o local mencionado, e ao entrar por um corredor que dá acesso à residência, visualizou Daniel próximo à porta de entrada empunhando uma arma de fogo tipo revólver, apontando em direção aos policiais. Assim, ante a grave ameaça e risco iminente foi efetuado um disparo de arma de fogo com intuito de cessar o risco, sendo o elemento atingido na região do tórax. De imediato, o autor foi desarmado e socorrido ao Hospital Auxiliadora, onde foi atendido pela equipe médica, porém não resistiu ao ferimento, vindo a óbito.
Quando consultado o nome no Sistema SIGO, constataram que o autor residia em Aparecida do Taboado – MS, com vários antecedentes criminais, tendo inclusive cometido os crimes de roubo, sequestro e cárcere privado, resistência e disparo de arma de fogo naquele local na data de 22/03/2017, onde o autor juntamente com outros três comparsas praticaram os crimes, inclusive efetuando disparos contra as equipes policiais de Aparecida do Taboado.
Diante dos fatos, o indivíduo que fora abordado com os entorpecentes foi entregue juntamente com as drogas e o dinheiro na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (DEPAC) pra providências cabíveis.